sexta-feira, 20 de maio de 2016

Em Assembleia Geral, Sindicato e servidores veem esperança em impasse com o RPPS de Itaú-RN.


O dia 19 de maio de 2016, será um marco histórico para o município de Itaú; O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Severiano Melo, Rodolfo Fernandes, Taboleiro Grande e Itaú, juntamente com seus associados, organizaram uma manifestação de alerta contra os atrasos do Regime de Previdência Própria Social (RPPS) do município de Itaú, convidando os servidores para uma assembleia geral que aconteceu no clube ACRI.


A ideia foi trazer soluções para o imbróglio que tem gerado prejuízos aos servidores que no futuro dependerão da aposentadoria, e tal problema já se alastra praticamente desde a sua criação.

A assembleia iniciou-se as 15:30, com a formação da mesa, composta pela Vice-presidente da FETAM-RN, Nina, Vice-presidente do Sindicato, Alexandra Ferreira; Preito Ciro Bezerra, Presidente da Câmara, vereador Antonio Dias e o assessor jurídico do sindicato, Liécio Nogueira.

Composta a mesa a palavra foi passada a cada membro que não se intimidaram com as palavras. Como a causa era justa as representantes do sindicato buscaram mostrar ao gestor municipal a preocupação e a gravidade do problema, fazendo com o mesmo se dispusesse a lutar junto com o sindicato em busca de solucionar os problemas.



Alexsandra fez uso da palavra para dizer que não estava ali para brigar, mas para buscar soluções; parabenizando os trabalhadores que participaram da manifestação pela manhã, pedindo ainda que todos tirem suas dúvidas e não voltem para casa sem questionar e encontrado alguma resposta.



Nina, iniciou falando da conjuntura política, porém junto aos poderes Legislativo e Executivo, encontrariam uma solução em comum acordo sem prejudicar nenhuma das partes, agradecendo a sensibilidade do prefeito em atender o convite e tentar encontrar uma solução, e que para isso tinham o respaldo jurídico através do assessor.



O Presidente da Câmara Antonio Dias disse que os vereadores estão junto ao sindicato e aos servidores preocupados com a causa, por isso espera a união de todos para poderem traçar metas para encontrar as soluções necessárias para o problema do atraso do RPPS.



O Prefeito Ciro Bezerra disse ser uma satisfação estar participando da Assembleia parabenizando a luta do sindicato em buscar as soluções dos problemas, e que estava participando da assembleia, justamente para buscar uma solução, de mãos unidas com o Poder Legislativo, Executivo sindicato e servidores, mostrando a realidade enfrentada e encontrar os posicionamentos, sempre destacando as lutas do sindicato que vem conseguindo adquirir os direitos reservados aos servidores públicos, frisando as ações da administração que concedeu aos servidores como o piso dos professores, distribuição das licenças entre outros.



Desfeita a mesa, o assessor jurídico Liécio Nogueira apresentou aos servidores e poderes presentes os pontos positivos e negativos dos regimes de previdência existe no nosso país. Um fato que deixou os servidores cada vez mais preocupados devido a falta de informações. Onde a cada novo questionamento, novas preocupações tomavam conta.

O assessor usou uma linguagem clara e objetiva para que chegasse com mais clareza aos ouvidos dos servidores, vários questionamentos foram surgindo ao longo da apresentação, que iam sendo esclarecidos por Liécio, que sempre procurava mostrar a melhor saída para a resolução dos problemas.






Houve momentos de euforia, discussão, acusações, debates, tentativas de trocas de farpas, que foram contidas pelo assessor, que sempre impunha a autoridade e objetivo da assembleia geral, que era encontrar soluções de forma amigável, assim como todos se dispuseram a estarem presentes nesse ato.

Em alguns momentos acalorados a presidente do Sindicato, Emirene Lucena, teve que tomar as rédeas da situação e ser um pouco dura com as autoridades, que usam de mau educação em uma suposta tentativa de deturpar o sentido da movimentação proposta pelo sindicato.



O Prefeito Ciro Bezerra foi questionado pelas autoridades e assessor jurídico sobre as soluções e esses problemas, onde o mesmo tentou explicar o motivo aos quais os repasses do RPPS não estavam sendo feitos, contudo, depois de debates acalorados, o Servidor Geraldo Pinheiro Filho, Geraldinho, tomou a fala e colou a situação real e objetivo da assembleia, que era encontrar uma solução.

Ciro apresentou propostas que condiziam com as dos servidores, onde foi-se pensado na criação de uma comissão para debater e encontrar soluções. Com isso o preito teve que se retirar, devido o avançado da hora, pois o mesmo tinha outro compromisso, ficando sob a responsabilidade dos presentes elegerem os representantes dos servidores e do sindicato, enquanto os outros membros da comissão seriam apontados por seus respectivos órgãos, poder Executivo, Legislativo e RPPS.

Como representante dos servidores, o escolhido foi Geraldinho, e como suplente, Iêda Oliveira. Pelo Sindicato a eleita foi Cristina Donato e como suplente Zildamir Nunes.

Mesmo não sendo fácil ouvir a opinião de todos os presentes, a assembleia conseguiu chegar ao seu objetivo, sendo declarada por todos, um verdadeiro sucesso.

Ao término da assembleia, ao desligar das luzes e dos microfones, o clima esquentou para o lado dos vereadores, embora não saibamos ao certo os motivos que levaram os edis presentes, há por pouco, não finalizar o evento em um festival de bofetadas.

A comunidade itauense e os internautas puderam acompanhar toda assembleia, ao vivo pela Rádio Cidade FM Itauense, encerando sua transmissão ás 18 horas.

fonte marcio melo

quinta-feira, 12 de maio de 2016

Câmara de Areia Branca afasta prefeita por crimes de responsabilidade



Por 8 votos a favor e 3 abstenções, a Câmara de Areia Branca aprovou na tarde de hoje o afastamento da prefeita Luana Bruno (PMDB). Ela foi denunciada pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais por crimes de responsabilidade, entre eles, descontar empréstimos consignados dos servidores e não repassar para as empresas credoras.

Votaram pelo afastamento os vereadores João Tavernard (PP), Aldo Dantas (PSBD), Antonio Carlos de Souza (PCdoB), Antonio Luiz Neto (PDT), Dijalma da Silva Souza (PCdoB), Duarte Júnior (PTN, José Sandro Gois (PV) e Francisco José de Souza Neto (PP), enquanto que Alderi Batista (PMDB), João Paulo Borja (PSB) e José Nazareno de Lemos (PSB) se abstiveram.

A vice-prefeita Lidiane Garcia (foto) foi empossada no comando do Executivo Municipal pelo presidente da Câmara Francisco José de Souza Neto (PP).

Decisão obriga repasse do Programa de Transporte Escolar Rural

martelo-juiz1O desembargador João Rebouças determinou e ressaltou, mais uma vez, que o Estado do Rio Grande do Norte, quanto ao liberação de repasses referentes ao Programa Estadual de Transporte Escolar Rural – PATERN, não pode condicionar o repasse dos recursos, vinculados ao Termo de Adesão 054/2014, à emissão de certidão negativa do autor, relativa ao FGTS e INSS. O julgamento refere-se a Ação Cível Originária e envolve os valores que deveriam ter sido enviados ao município de Pendências.

domingo, 1 de maio de 2016

FORRO DA SEXTA

A banda de forro o COROÃO de Apodi esteve nesta ultima sexta feira
fazendo um grande forrozão no clube de Raimundo kelia em Malhada
Vermelha, uma festa muito boa tranquila e muito forro pra se dançar,estive presente
com meu amigo Sales Bessa,na proxima marcarei presença de novo e tome forro. 














sexta-feira, 29 de abril de 2016

Tubarão de quase 4 metros é capturado na Praia de Camapum em Macau/RN



Equipe de pesca da cidade salineira de Macau, foi surpreendia com a presença de um tubarão com mais de 3 metros de comprimento nos arredores da praia de Camapum. Logo que perceberam a presença do tubarão, os pescadores saíram em busca do peixe que terminou sendo fisgado.

GOVERNO DO ESTADO PAGA PROFESSORES NO DIA 6



O Governo vai pagar dia 6 de maio (sexta-feira) os vencimentos de todos os aposentados, pensionistas, além dos servidores da Saúde, Educação, Justiça e Cidadania e Segurança (polícias militar e civil, Itep e Corpo de Bombeiros).

Os funcionários dessas áreas somados aos aposentados e pensionistas correspondem a 92.384 servidores ou 93% da folha de pessoal do Estado.

Na segunda-feira (9) serão depositados os salários dos funcionários das pastas de Administração; Gabinete Civil; Consultoria; Procuradoria; Comunicação; Controladoria; Vice-governadoria; Planejamento; Tributação; Agricultura e Pesca; Desenvolvimento Econômico; Infraestrutura; Trabalho, Habitação e Assistência Social; Recursos Hídricos; Turismo; Assuntos Fundiários e Reforma Agrária; e Esporte e Lazer. E no dia 10 (terça-feira), o Governo deposita os vencimentos dos servidores da Administração Indireta dependente (ver quadro abaixo).

Apesar dos efeitos da crise econômica do país sentidos fortemente no Rio Grande do Norte, o Governo segue atento à gravidade da situação, redobrando esforços em busca do equilíbrio fiscal e honrando os compromissos assumidos com o funcionalismo.

quinta-feira, 7 de abril de 2016

RETROSPECTIVA DE LUTA DOS PROFESSORES DE SEVERIANO MELO


Sem Educação não se muda uma sociedade,
Sem Educação não se forma cidadãos conscientes e formadores de mentes.
Sem Educação não há consciência politica.
 E sem luta não há Educação.
E aqui em Severiano Melo não é diferente, somos personagens de uma historia de luta que vem sendo travada ao longo de alguns anos. As leis federais como antigo FUNDEF e atual FUNDEB possibilitou a valorização do professor na organização de sua carreira profissional.
Em 31 de março de 2006 foi aprovado o plano de cargos e carreira e remuneração do magistério público municipal, construído a base de meses de trabalho e dedicação de profissionais da educação que tornou-se lei a base de luta e reinvindicações.
Em 2010 por descaso do gestor municipal deixou de pagar o salário do professor em conformidade com o plano de carreira, e a classe dos professores apoiado pelo sindicato enfrentou 22 dias de greve com manifesto e reivindicações que só foi solucionado num acordo judicial.
Em 2013 em descompromisso do piso salarial do professor mais uma vez foi vivenciado 11 dias de greve em luta para conscientizar o então gestor municipal a cumprir a lei do piso, melhoria nas condições de ensino e pedido de respeito pela entidade que representa a classe trabalhadora em sua luta.
E hoje severianenses, não é diferente, estamos em luta pedindo o cumprimento da lei 11.738/2008  que  garante o piso salarial do professor. Essa luta não é só hoje ela sempre existiu e continuará existindo sempre que os gestores municipais não cumprirem com leis que corresponde o salário do professor. Nossa luta, manifestos e anseios é por direitos já assegurados em leis, essa luta só existe porque educação ainda não é vista e respeitada como deve, só é prioridade em discursos de palanques e na hora de fazer acontecer a prioridade desaparece, fazendo necessário a luta e atenção das entidades em defesa desse profissional  que tanto luta pela dignidade do cidadão Brasileiro.